Depressão pós-parto: riscos e tratamento

Depressão pós-parto: riscos e tratamento

A depressão pós-parto é uma disfunção no humor que pode afetar as mulheres depois do nascimento do bebê.

Até então não há uma causa única para a manifestação dessa ocorrência psicológica, mas o seu surgimento ocorre devido a combinação de diferentes fatores físicos e emocionais.

As mulheres que desenvolvem depressão pós-parto, apresentam sintomas de tristeza, ansiedade e exaustão de forma excessiva, interferindo diretamente na capacidade de cuidar do bebê ou de si mesma.

De acordo com dados de uma pesquisa realizada pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), 1 em cada 4 brasileiras são acometidas pela depressão pós-parto.

Se você quer entender como se configura a tristeza materna (como também é chamada a patologia), quais são os seus riscos e como prevenir ou tratar, continue a leitura de hoje!

 

Como a depressão pós-parto acontece?

A chegada do bebê pode resultar em um mix de emoções, que vão desde excitação a alegria ou medo a ansiedade.

Entretanto, o nascimento do bebê também pode desencadear em algo que a mulher não poderia esperar: a depressão.

Algumas mães vivenciam a depressão pós-parto e o quadro inclui mudança de humor constante, episódios de choro sem motivo, ansiedade e dificuldade em dormir.

Os sintomas deste distúrbio psicológico se apresentam a partir de dois a três dias após a chegada do bebê e pode durar semanas ou meses.

Contudo, a mulher dificilmente conseguirá distinguir que está com a doença. Por isso, as pessoas ao seu redor precisam ficar atentas caso a mãe apresente esses sintomas que citamos acima de forma intensa e constante.

Quando o tratamento é iniciado de forma correta e imediata, a mulher fica com os sintomas controlados e consegue vivenciar de forma positiva a chegada do seu filho.

 

 

 

Entendendo sobre os sintomas

A depressão pós-parto se apresenta dentro das primeiras semanas após o nascimento do bebê, mas também pode ocorrer um pouco mais tarde, após seis meses, por exemplo.

A depressão pós-parto pode ter sintomas como:

  • Mudanças de humor severas
  • Choro excessivo
  • Não conseguir criar um laço afetivo com o bebê
  • Distanciamento da família e dos amigos
  • Falta ou excesso de apetite
  • Insônia e hipersonia
  • Fadiga abrupta ou perda de energia
  • Perda de interesse em fazer atividades comuns em sua rotina
  • Irritabilidade e raiva
  • Medo constante de não conseguir ser uma boa mãe
  • Se sentir inútil ou constantemente culpada
  • Redução da capacidade de se concentrar ou pensar com clareza
  • Ansiedade intensa e alguns ataques de pânico
  • Pensamentos negativos consigo e com o bebê
  • Pensamentos recorrentes a morte e suicídio

Mas gostaríamos de ressaltar que quando identificada de forma mais ágil, a depressão pós-parto consegue ser controlada. O tratamento inclui terapia, antidepressivos ou reposição hormonal.

 

O que pode ocasionar a depressão pós-parto?

Como falamos no início deste texto, não há um motivo único para a depressão pós-parto se apresentar.

Questões físicas e/ou emocionais podem ser fatores que ajudam na manifestação desse quadro.

 

Mudanças fisiológicas

Fisicamente falando, após o parto, ocorre uma queda brusca no nível dos hormônios estrogênio e progesterona no corpo da mulher.

Este acontecimento pode contribuir, e muito, para a depressão pós-parto.

Outros hormônios produzidos pela tireoide também podem reduzir significativamente, o que pode deixar a mãe exausta, lenta e deprimida.

 

Questões emocionais

Toda mulher que está para se tornar mãe sabe que o seu sono após a chegada do bebê não será mais o mesmo.

Os cuidados que a criança necessita nos primeiros dias, demanda de muita energia e mais horas acordadas.

Devido a restrição do sono, a mulher pode ter problemas para resolver situações do cotidiano e por conta do cansaço, pode começar a ficar excessivamente preocupada com a sua capacidade de cuidar de um recém-nascido.

Outro ponto importante que também pode acontecer é a baixa autoestima. Por ver o seu corpo completamente diferente do que era antes, a mulher pode passar a se sentir menos atraente, lutar com o seu senso de identidade ou sentir que perdeu o controle sobre a sua vida.

Portanto, é importante que as pessoas ao redor da recém mamãe, observem com mais zelo e amor o seu comportamento e ofereça ajuda com a criança para que ela possa tirar um tempinho para si.

Seja de cunho fisiológico ou psicológico, qualquer um desses fatores pode contribuir para um quadro de depressão pós-parto.

 

Como ajudar a mulher que se encontra nesta situação?

Mulheres com depressão pós-parto podem ou não reconhecer e aceitar que estão deprimidas.

Geralmente, elas não estão cientes que os sintomas e os sinais que estão apresentando são de um quadro de depressão.

Então, se você conseguiu identificar que a sua esposa, amiga, irmã ou filha está desenvolvendo alguns dos sintomas que já falamos aqui hoje no texto, ajude-a a procurar tratamento com um especialista imediatamente.

Não espere a pessoa melhorar por conta própria, nem sempre os motivos que desencadeiam a depressão após o parto estão relacionados ao psicológico.

A ausência de hormônios pode ser algo grave e interferir diretamente na patologia, por isso um acompanhamento médico deve ser fundamental neste momento.

O mais importante é estar presente e paciente para apoiar e acolher a pessoa amada nesta fase tão delicada.

 

Mãe Gestante ao seu lado em todos os momentos da gravidez

Gostou do tema que abordamos hoje em nosso blog? Se sim, compartilhe com as amigas que estão na fase gestacional e que também precisam ficar bem informadas.

Buscamos trazer o máximo de conteúdo para ajudar as mulheres que estão no período da gravidez a entender melhor esse processo único em suas vidas.

Quando qualquer dúvida surgir, não sinta vergonha de conversar com o seu médico e nunca ache seu problema irrelevante.  O que a gente não cuida quando ainda é pequeno, lá na frente pode apresentar consequências maiores.

A loja virtual Mãe Gestante se preocupa com o seu bem-estar, independente da época da gravidez.

Por isso, acesse este link e confira nossos produtos totalmente pensados para proporcionar o máximo de conforto para você, mamãe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Meu carrinho

Carrinho