Amamentação Materna: saiba quais são os benefícios

Amamentação Materna: saiba quais são os benefícios

Quando falamos em amamentação uma chuva de opiniões surgem de todos os lados. Devido a tantos posicionamentos diferentes, é normal que a futura mamãe fique com muitas dúvidas sobre o assunto.

A amamentação é um dos momentos mais importantes e íntimos entre mãe e filho. É nesse momento que o laço afetivo se fortalece e o sentimento de amor é nutrido.

Cientificamente falando também, o leite materno traz muitos benefícios para o corpo da mulher, como a redução do sangramento do período do puerpério e faz o útero voltar as suas medidas normais mais rápido.

Por trazer inúmeras vantagens, a Organização Mundial de Saúde (OMS), aconselha que a amamentação seja realizada por pelo menos seis meses, pois o aleitamento materno é uma das formas mais eficazes de garantir uma vida saudável para a criança.

No artigo de hoje, vamos abordar quais são os benefícios da amamentação e levantar alguns pontos-chave para derrubar todas as dúvidas das futuras mamães sobre este momento, que é fundamental na vida dela e do bebê.

Boa leitura!

 

As vantagens que a amamentação traz para a saúde do bebê e da mãe

O leite materno, além de alimentar a criança, protege a saúde dela, pois está repleto de ingredientes vivos como, glóbulos brancos, células tronco, bactérias benéficas, entre outros componentes que auxiliam a combater infecções e evitar doenças.

Confira outros benefícios do aleitamento materno:

 

  1. Ajuda a reduzir o sangramento pós-parto e evita anemia na mulher

Ao amamentar o bebê, diminui os riscos de hemorragia após o parto e, consequentemente, reduz os riscos da mulher desenvolver anemia materna.

Devido a ação da ocitocina, conhecido como o hormônio do prazer, ele promove contrações no útero, fazendo com que o órgão volte ao seu tamanho de origem de forma mais ágil.

A ocitocina também faz com que os primeiros momentos do bebê fora do útero, que está em conexão direta com a mãe, sejam tão incríveis e únicos.

Por isso, é muito normal vermos o feto buscar o peito da mamãe de forma natural, sem mesmo nem ter aberto os olhos direito.

 

  1. Protege contra o câncer de mama

A amamentação a longo prazo diminui os riscos da mulher desenvolver câncer de mama.

Isso ocorre devido a prolactina, que também é um hormônio que incita a produção de leite e é capaz de desenvolver o tecido adiposo das mamas e amadurecer as células produtoras de colostro.

Dar a mama para o bebê a longo prazo também previne o desenvolvimento de outros tipos de câncer na mulher, como o de ovário e endométrio.

 

  1. Reduz sintomas de ansiedade entre mãe e bebê

Alguns estudos comprovam que os sintomas da depressão materna afetam negativamente a duração da amamentação, porém o ao contrário também ocorre: a mulher que dá a mama para o seu bebê tem menos chance de desenvolver depressão.

A criança que mama desde o início da sua existência, tende a chorar menos, porque consegue desenvolver uma relação de confiança com a mãe, o que acaba deixando os dois em sintonia e menos ansiosos.

 

  1. Eleva a autoestima da mulher

Toda mulher que está gestando uma criança fica insegura com as mudanças do seu corpo e, após o parto, muitas acreditam que não conseguirão retornar ao físico de antes.

Essa nova fase afeta diretamente a autoestima da mulher, inclusive a confiança sobre a capacidade de amamentar.

Porém, gostaríamos de dizer às mamães que a lógica desse processo de amamentação deve ser inversa.

Só pelo fato de você saber que o seu corpo produz um alimento completo, que vai suprir todas as necessidades do seu filho, deve ser motivo para ter a autoestima lá no alto.

Por isso, nada de ficar triste com o seu corpo, cabelo e aparência. Pense que é uma fase e em breve você estará conseguindo voltar a sua rotina de cuidados como sempre fez.

 

  1. Fortalece os laços entre filho e mãe

O momento da mama é muito especial e repleto de conhecimento, tanto para a mulher quanto para a criança.

A forma que o bebê começa a pegar o bico do seio, o olhar fixo entre a mãe e o filho, o carinho entre ambos, fortalece muito a conexão entre os dois.

Como a criança não enxerga muito bem ainda nos primeiros meses de vida, é durante esse momento que ele consegue ver melhor o rosto da mãe.

Por isso que muitas vezes nós vemos a criança olhando fixamente para a mamãe enquanto mama, pois é naquele momento que ele está vendo e analisando o novo mundo e a pessoa que está dando o alimento para ele.

O calor da pele, unido ao cheiro natural da mãe, traz um sentimento de segurança para o bebê. Já os batimentos cardíacos despertam a sua curiosidade.

Portanto, toda vez que você, mãe, for dar de mamar para o seu filho, tente ao máximo não fazer outras tarefas ou ficar aérea com o que está acontecendo ao seu redor, pois é nesse momento que o seu filho passa a criar um vínculo profundo com você.

 

Não consegue amamentar? Calma!

Não é porque você não consegue dar de mamar para o seu filho que ele vai ter algo grave de saúde ou vocês não conseguirão criar um vínculo forte entre mãe e filho.

Hoje em dia há bancos de leite materno e também existem outros alimentos que suprem as necessidades vitamínicas desses primeiros meses da vida da criança. O importante é manter a calma e tentar resolver a situação.

Conversar com médicos especialistas na saúde da criança, como um pediatra, vai te ajudar a lidar com essa circunstância de forma tranquila e assertiva.

Um momento bom para você se conectar com o seu filho, mamãe, é durante o banho ou quando o põe para dormir.

Se apenas o aleitamento materno fosse um fator predominante na criação de laços, o pai não conseguiria se conectar nunca com o filho, não é mesmo?

Então, respire fundo e se acalme. Não precisa ficar triste achando que não conseguirá criar laços reais com o seu bebê só porque não consegue amamentar.

 

A amamentação é benéfica para a vida toda

A amamentação traz benefícios para a vida toda do indivíduo, não apenas nos seis primeiros meses de vida.

Pessoas que foram amamentadas por mais tempo tem o sistema imunológico mais resistente e têm menos probabilidade de desenvolver doenças como câncer, diabetes e obesidade quando adulto.

Também vale lembrar que quanto mais tempo a mãe amamenta, mais benefícios ela sente em seu corpo e mente. As vantagens do aleitamento materno são para ambos.

E aí, mamães, gostaram do texto de hoje? Se sim, compartilhem com o máximo de amigas que estão passando pela gestação ou se tornaram mamães recentemente e estão amamentando o seu bebê.

A loja virtual Mãe Gestante se preocupa com todas as fases da gravidez e por isso, busca trazer os melhores conteúdos e produtos para as mulheres.

Se você estiver precisando de alguma peça íntima confortável e segura para qualquer período da gravidez, acesse nosso site e conheça tudo de bom que oferecemos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Meu carrinho

Carrinho